Blog

Produtos para cromatografia preparativa e semipreparativa

Produtos para cromatografia preparativa e semipreparativa

Cromatografia preparativa e semipreparativa também são especialidades da Kromasil, que além das colunas prontas, oferece o material de preenchimento (BULK), tanto para fase normal quanto para fase reversa, quiral, HILIC e SFC, ideias para fases preparativas.

A Kromasil é uma empresa especializada em purificação e análise de cromatografia, pertence ao grupo Global AkzoNobel e desenvolve colunas para:

  • Cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC);
  • Cromatografia supercrítica (SFC) e simulando leito móvel (SMB).

A cromatografia preparativa

A cromatografia preparativa é geralmente utilizada para isolar ou purificar substâncias a partir de estudos de caracterização de produto e impurezas usando MS ou MNR e para produção em larga escala de medicamentos. O principal interesse é a obtenção do material, portanto o eluente não é mais tratado como resíduo, já que contém o produto químico de interesse. Além disso, o dimensionamento da área de separação depende diretamente da quantidade de substância a isolar, consequentemente é possível preparar a coluna preparativa em qualquer tamanho. Os produtos para fase preparativa da Kromasil, permitem trabalhos com colunas que podem variar entre 4,6 mm até 80 cm.cromatografia-perparativa-da-kromasil

O estudo e escolha do método cromatográfico é extremamente importante para o desenvolvimento do processo. Em HPLC, o cientista precisa determinar se a separação deve será realizada em fase normal (NP – normal phase) ou em fase reversa (RP – reversed phase). Fatores críticos para encontrar a melhor configuração são: solubilidade da amostra e a quantidade de carga. Filtre algumas das melhores opções, exemplo: Para fase normal, SIL ou Diol são geralmente as melhores escolhas, enquanto C18, C8, C4 ou fenil são as melhores escolhas para aplicações de fase reversa.

Realizar a triagem das colunas para o desenvolvimento do método aplicando-as sob diferentes condições de fase móvel (incluindo a variação dos sistemas de tampão, pH e concentração dos orgânicos). Primeiramente, foque na seletividade sob as diferentes condições analíticas, a seletividade é o parâmetro mais importante para qualquer separação preparativa, pois a taxa de produção aumenta rapidamente com o aumento da seletividade.
Dependendo da interação com a fase estacionária é importante escolher as condições isocráticas ou gradiente, em geral, a necessidade de condições de gradiente aumenta com o tamanho da molécula.

Continue o trabalho de comparação das fases mais promissoras ao seu projeto, através de avaliação dos resultados coletados e analisando frações do processo em equipamentos analíticos de precisão confiável.

Gostou do texto e das dicas?

Não deixe de acompanhar o blog da CMS, uma excelente fonte de informações sobre cromatografia preparativa, trazendo aos usuários finais as melhores ferramentas, dicas e truques, bem como exemplos de cases na indústria.

Solicite informações sobre a linha de Colunas Cromatográficas:

Colunas CromatográficasSolicite orçamento