Blog

Luva para sala limpa e dupla luvagem (double donning)

Luva para sala limpa e dupla luvagem (double donning)

A luva para sala limpa ​​é utilizada para evitar a contaminação dos produtos ou processos que devem ser protegidos contra contaminantes humanos, como a eliminação de células da pele, cabelos e micro-organismos (bactérias, vírus e fungos). Existem muitas aplicações que exigem que as luvas para sala limpa não liberem particulados.

A prevenção da contaminação em ambientes controlados como laboratórios, fábrica de produtos farmacêuticos e salas limpas, requerem um grau excepcional de limpeza, preparação e aderência. Contaminantes que são transferidos e detectados durante a fabricação, resultam na perda total do lote e podem custar milhões para as empresas. Os contaminantes que passam despercebidos em produtos farmacêuticos, por exemplo, podem levar um risco de segurança para os consumidores e um potencial recall do produto para o fabricante.

Como escolher a melhor luva para sala limpa?

As mãos e as luvas correm o risco de serem expostas e disseminar contaminantes, desta forma, a seleção da luvas de proteção é fundamental para ajudar a fornecer uma barreira mais limpa e segura entre humanos e produtos.

Embora as luvas descartáveis ​​possam oferecer o conforto e a sensibilidade tátil que os trabalhadores desejam, seu design de película fina e inerente pode não resistir a locais de trabalho de alto risco. O risco de rasgos e furos deixa os trabalhadores e o ambiente em risco.

Apesar de uma luva mais grossa e mais pesada ser uma solução possível para esses riscos, muitas vezes não é ideal devido às necessidades de alta destreza de algumas aplicações. Nessas situações, a maneira mais eficaz de aumentar o nível de proteção ao realizar algumas tarefas, é usar dois pares de luvas descartáveis, técnica muito conhecida como double dounning.

O uso de um segundo par de luvas aumenta significativamente o nível de proteção do usuário e reduz significativamente o risco de contaminação do produto. No entanto, a colocação dupla apresenta seu próprio conjunto de práticas e desafios especiais, e nem todas as luvas descartáveis ​​são iguais em seu nível de conforto quando colocadas duas vezes.

Existem alguns fatores muito importante para a escolha das luvas para a dupla luvagem: material, ajuste, destreza, sensibilidade tátil e suporte ergonômico, todos desempenham um papel determinante na hora da escolha dos produtos adequados.

Como fazer a técnica da dupla luvagem (double donning) ?

 

Geralmente a dupla luvagem é feita em três tipos de ambientes: ambientes gerais de laboratório, salas limpas e ambientes estéreis. Cada um desses ambientes está associado a um diferente grau de exposição potencial a elementos perigosos.

Dupla Luvagem em Laboratórios

A dupla luvagem em aplicações laboratoriais, tem como objetivo fornecer um nível adicional de proteção contra riscos comuns sem sacrificar a destreza manual ou a sensibilidade tátil. Uma variedade de materiais e texturas de luvas podem ser utilizadas dependendo da aplicação específica e dos riscos presentes.

Dupla Luvagem em Salas Limpas

A dupla luvagem em ambientes de sala limpa, típicos de fabricação de produtos farmacêuticos ou semicondutores, tem como objetivo ajudar a proteger contra possíveis fontes de contaminação, como partículas ou micro-organismos. Os usuários de salas limpas devem usar luvas que não soltem partículas e proteja o usuários contra os riscos químicos, biológicos e físicos.

Em ambientes estéreis existem procedimentos e padrões rigorosos para colocar e retirar as luvas. O processo de colocação dupla é mais complexo para garantir que as luvas permaneçam totalmente estéreis durante a transição de roupas de “rua” para roupas de proteção pessoal.

Existem duas técnicas para vestir as luvas estéreis: colocada fechada e colocada aberta. Em cada uma delas, o objetivo é garantir que a parte exposta da luva evite sempre o contato com o que não for estéril.

A colocação fechada é normalmente usada em um ambiente cirúrgico, enquanto a colocação aberta é a prática normal em um ambiente estéril. Independentemente da técnica empregada, é essencial que todas as partículas ou contaminantes sejam removidos das luvas após a colocação. Isso pode ser feito com água esterilizada de enxágue ou com um pano esterilizado.

Para a técnica de colocação aberta, segure o punho da luva direita com a mão esquerda. Deslize sua mão direita na luva até que você tenha um ajuste confortável sobre a articulação do polegar e os nós dos dedos. Sua mão esquerda nua deve tocar apenas o punho dobrado; o resto da luva permanece estéril.

Deslize as pontas dos dedos direitos no punho dobrado da luva esquerda. Puxe a luva e coloque sua mão direita nela. Desdobre os punhos sobre as mangas da bata, certificando-se de que as pontas dos dedos enluvados não toquem seus antebraços ou pulsos nus. Continue o processo e repita a colocação aberta com o segundo par de luvas.

Ao remover ou tirar as luvas estéreis ou não estéreis, certifique-se que superfícies contaminadas toquem apenas outras superfícies contaminadas, e sua mão nua, que está limpa, toque apenas áreas limpas dentro da luva.

Uma maneira fácil de lembrar a técnica de troca é “sujo para sujo, limpo para limpo”.

  1. Comece segurando a primeira luva pelo pulso.
  2. Dobre-o e descole-o, virando-o do avesso.
  3. Depois de tirar a luva, segure-a com a mão enluvada.
  4. Para remover a outra luva, coloque os dedos nus dentro do punho, sem tocar no exterior da luva.
  5. Retire a luva por dentro, virando-a do avesso.
  6. Use-o para envolver a outra luva e descarte.

 

Para saber mais sobre luva para sala limpa limpa acesse “Luvas para Sala Limpa” ou entre em contato com nossa equipe. Fale Conosco!