Blog

Laboratório de nível de segurança 3 é inaugurado no Instituto Biológico

Laboratório de nível de segurança 3 é inaugurado no Instituto Biológico

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Biológico (IB-APTA), inaugurou o laboratório de nível de segurança 3, no último dia 25 de maio. O NB3 tem a finalidade de manipular agentes etiológicos que oferecem risco a saúde humana e animal, como os causadores do mormo e estomatite vesicular.

O laboratório cumpre os requisitos de Segurança Biológica Nível 3, estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O IB desenvolve atividades de pesquisa e rotina voltadas a análises laboratoriais para confirmação diagnóstica, monitoramento e certificação de produtos animais. Este é o único do Estado de São Paulo e um dos poucos do País da área animal a ter esse nível de segurança. O laboratório do IB será fundamental para o apoio e a execução dos programas sanitários brasileiro contribuindo para as operações de comércio nacional e internacional.

Segundo o diretor-geral do IB, Antonio Batista Filho, o NB3 permite trabalhar com nível de segurança adequado aos agentes etiológicos de elevado interesse para a agropecuária paulista e nacional. “Ele possibilita uma ação mais rápida na área de defesa agropecuária. Serão feitos em até 48 horas atendimentos emergenciais para identificação de doenças que impactam o agronegócio brasileiro”, afirma. Em situações normais essas análises são feitas em cinco dias úteis, aproximadamente.

Laboratório de segurança de nivel 3 Instituto Biológico Brasil

“Essa instalação estratégica NB3 permite a manipulação segura de materiais biológicos de origem animal e evita escape de microrganismos que acarretam doenças sérias aos indivíduos. Esse nível de segurança impede ainda o escape desses agentes que poderiam colocar em risco a comunidade com a exposição por inalação”, afirma Maristela Pituco, pesquisadora do IB.

O governo do Estado de São Paulo investiu R$ 2 milhões, aproximadamente, para implantação do NB3 no Instituto Biológico. “Certamente o Estado de São Paulo terá retorno desse investimento, seja ele direto ou indireto. A credibilidade de laboratórios de diagnóstico veterinário poderá repercutir na credibilidade da comercialização internacional de commodities animais, importantes na balança comercial brasileira, uma recomendação do governador Geraldo Alckmin”, afirma Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Fonte: LabNetwork